BLOG

  • Top 5 :: Apps de vídeos

    By on 18 de dezembro de 2014

    2014 foi o ano dos vídeos! Vimos este recurso de comunicação alcançar proporções incríveis nas redes sociais, gerando maior interesse dos usuários por formas inovadoras de expressar a criatividade.

    fashion-week-berlin-marcel-ostertag-laufsteg

    Por isso, separamos o nosso top 5 de aplicativos de vídeos para smartphones e tablets:

    Stey – depois do sucesso do Vine, surge a mais nova rede social de vídeos, feita por brasileiros! O Stey está em alta entre os fashionistas e permite criar vídeos slow ou fast, com filtros exclusivos e trilhas sonoras do iTunes. Em breve, com versão para Android.

    Replay – exclusivo para iOS, o app permite a criação de vídeos com diversas gravações e fotos da galeria, adicionando trilhas sonoras e até textos, para personalizar a experiência!

    Hyperlapse – a febre do time-lapse [captura de vídeos longos que são transformados em segundos] teve como protagonista esta criação do Instagram! A velocidade dos vídeos pode ser aumentada em até 12x da original e o efeito é sempre surpreendente. Somente para iOS.

    Cinamatic – especial para vídeos curtos, o Cinamatic possui filtros diferenciados que dão destaque às gravações. Do app para iOS, é só compartilhar direto nas redes sociais!

    Lapse It – Mais um resultado do sucesso do time-lapse, o app tem um diferencial: traz também a função de stop motion, com efeitos variados! Além do iOS, o Lapse It também está disponível para Android.

    Leia mais
  • A importância dos vídeos na comunicação 2.0

    By on 12 de dezembro de 2014

    Em nossas pesquisas, ainda com um pensamento na comunicação por meio de vídeos, chegamos a mais dois exemplos bacanas de marcas que souberam traduzir a proposta de seus conceitos e estilos de vida em produções sob medida:

    A The Kooples traz o emocional, inspirando todos que assistem – sem necessariamente precisar se identificar com o produto da marca – a adotar a tagline ‘A brave new love’.

    Já a brasileira Storia lab aposta no storytelling, envolvendo personalidades que representam a marca para contar suas histórias de vida. Dessas conversas, surgem estampas exclusivas.

    Estamos de olho nestes novos roteiros!

    Leia mais
  • ‘Morte da idade declarada pela moda’

    By on 5 de dezembro de 2014

    ‘O que significa ser jovem hoje em dia? Teorias geracionais ajudaram a entender melhor as últimas décadas, mas estudos recentes apontam que a juventude não-etária demanda emancipação. Hoje, a rapidez das mudanças no comportamento humano torna confuso o conceito de geração e dificulta a estabelecer os cortes de sua linha do tempo.

    youth-mmode

    O ser humano nunca viveu tanto. Todos sentem necessidade de se adaptar às novas maneiras de viver, conectar, relacionar.

    Até pouco tempo, a moda sempre enalteceu a juventude como sinônimo absoluto de pouca idade. A indústria dos cosméticos sempre se dirigiu às rugas como inimigas, ao passo que modelos escandalosamente novas costumavam ser coqueluches disputadas entre as principais grifes.

    Porém observa-se nos últimos anos o movimento Unfashion, que reavalia alguns estereótipos da moda e propõe uma auto-transgressão em seu sistema. A juventude tem deixado de ser uma inspiração inquestionável, excluindo a idade da pauta contemporânea.

    jacky-american-apparel

    Há 10 anos, a Dove foi pioneira no assunto quando lançou a “Campanha Pela Real Beleza”. De lá pra cá, outras marcas passaram a prestar atenção nas “pessoas reais”, e entre elas também estão os mais velhos.

    Mais do que uma tentativa de inclusão, existe por trás deste fenômeno uma questão mercadológica: este consumidor existe, e há dinheiro para ser feito. A população idosa — hoje a mais numerosa da história — tem mais saúde e dinheiro do que outros grupos mais jovens. A mais populosa das gerações, os Baby Boomers, tem hoje entre 48 e 66 anos. E eles não vão parar de envelhecer.

    Cover girls

    lanvin

    O blog Advanced Style é pioneiro em associar estilo ao público sênior. Desde 2008, Ari Seth Cohen publica perfis de senhoras que dão uma aula de elegância. Em 2012, o rapaz foi responsável por fazer o casting de uma campanha da Lanvin.

    São novos ícones que a indústria da moda tem enaltecido, propondo arquétipos até então inéditos como sinônimos de aspiração. São personalidades que impressionam por terem envelhecido esbanjando saúde e por terem construído um estilo próprio, inspirando novas gerações a refletirem sobre como serão no futuro. É um despertar de consciência sobre o hoje e o amanhã.

    daphne-selfe-1280x894

    Enquanto algumas dessas mulheres nos desafiam a acreditar na idade que têm, outras se orgulham por terem passado longe do Botox. É o caso da modelo Daphne Selfe. Com 85 anos, ela continua trabalhando tanto quanto era mais nova, servindo como prova de que a indústria da moda — aos poucos — tem repensado o prazo de validade de seus castings.

    Mesmo que muitas marcas estejam estabelecendo novos vínculos com os seniores, o mercado de moda ainda é muito dependente da associação entre juventude e pouca idade. A mudança desta mentalidade corre a passos lentos, mas o crescente número de exemplos é motivador. A influência que eles exercem é inegável.

    No futuro, as marcas não terão como desconsiderar seu alcance ao consumidor mais velho. Quantos anos você terá quando isso acontecer?’

    Fonte: Ponto Eletrônico

    Leia mais
  • A importância dos vídeos na comunicação

    By on 5 de dezembro de 2014

    Não é de hoje que a gente defende ‘mais vídeo, por favor’. O vídeo é a sua marca em movimento e trilha sonora. Além disso, apenas 20 segundos de vídeo podem trazer informações, emoções e experiências que usaríamos muitas palavras para poder explicar.

    Porém, agora, quase todos nós somos capazes de produzir os nossos próprios vídeos [o que também aconteceu com as fotos no boom das câmeras digitais…]. Mas é fácil perceber a diferença de um vídeo pensado como campanha – seja ela conceitual ou comercial – e entender, de fato, o valor dos profissionais que o fazem.

    Esta semana, três vídeos fizeram nosso coração bater mais rápido! O da New Gents, que lançou a sua coleção de verão e fez um vídeo que transborda a inspiração e o conceito deste seu verão:

    CalOR ~ verão/summer’15 from New Gents on Vimeo.

    O Fashion Film by Karl Lagerfel – ou seria da Chanel? – que se chama ‘Reincarnation’. O vídeo foi inspirado em um episódio das férias da estilista Coco Chanel, em Viena, onde se apaixonou pelo ascensorista do hotel no qual estava hospedada:

    E, para nós, o mais surpreendente foi o ‘A vida tá aqui fora‘ da Timberland, que é um vídeo com uma narrativa muito bacana e com foco total no produto:

    Leia mais
  • Instagram :: #takeover

    By on 1 de dezembro de 2014

    O #takeover é a mais nova tendência no Instagram. Funciona assim: para trazer um olhar diferenciado aos perfis de marcas ou personalidades da ferramenta, outros usuários são convidados para dominar essas contas por um dia!

    Burberry-Mike-Kus-Instagram-4

    download

    Na gringa, a Burberry foi uma das primeiras a adotar o ‘takeover‘: na apresentação de Inverno 2012, a marca permitiu acesso ilimitado ao Instagrammer Mike Kus para registrar todo o backstage do desfile. Mais recentemente, vimos o fotógrafo Mario Testino mostrar com exclusividade os bastidores do Met Gala deste ano para a Vogue norte-americana.

    10683884_1535562663328846_1964697774_n

    10809984_1525907220999400_547194516_n

    Por aqui, acompanhamos de perto o ‘takeover’ da New Gents no perfil da Black Boots, em um final de semana de pesquisa criativa na Califórnia para a coleção ‘CaLOR’ Verão 2015. Nesta semana, a Marie Claire também entrou no clima da tendência e chamou a blogueira Cris Guerra para comandar as publicações da revista por um dia.

    O resultado é uma cobertura inovadora, que traduz a atmosfera dos eventos e o lifestyle das marcas!

    Leia mais
  • As cores antes da Pantone!

    By on 28 de novembro de 2014

    Já parou para imaginar como eram classificadas as cores antes da Pantone existir? Em 1692, um artista conhecido apenas como A. Boogert, escreveu um livro em holandês sobre a mistura de aquarelas. No livro, além dessas misturas, ele explicava como era possível mudar tons e criar novas cores!

    livro06

    Nos dias de hoje, a prática parece simples, mas para época foi um trabalho de extrema importância – que tornou-se uma grande relíquia histórica. O livro contém cerca de 800 páginas manuscritas e pintadas; o ‘Traité des couleurs servo à la peinture à l’eau’, foi, possivelmente, o mais completo guia de cores de seu tempo.

    Segundo o historiador Erik Kwakkel, que traduziu parte da introdução, o livro foi concebido como um guia educacional. A parte ruim da história é que havia apenas um único exemplar, provavelmente visto por poucas pessoas na época.

    livro07

    Ficou curioso para saber como era este livro? Além de outras imagens, você pode conferir a publicação completa em alta resolução aqui!

    Leia mais